FÓRUM DESAFIOS EM ENFERMAGEM 2017
COIMBRA, 24 e 25 de Novembro 2017

Curso de Cuidados Continuados Integrados (CBR)

Datas: 7, 9, 14, 16, 21, 23, 28 e 30 de Novembro de 2017
 

Duração: 40 horas
Horário: terças e quintas das 18h às 21 horas e aos sábados das 09h às 13h e das 14h às 18 horas
Preço: 190€ (Assinantes)/ 200€ (Não Assinantes)
Formadora: Enfª Berta Augusto

A Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI), criada pelo Dec. Lei nº 101/2006, de 6 de Junho, visa cobrir uma das lacunas do Serviço Nacional de Saúde, designadamente, a satisfação das necessidades de apoio a idosos e pessoas em situação de dependência, objetivo que será cumprido de modo progressivo, permitindo a gradual formação de pessoal especializado e mobilização de recursos financeiros.

A RNCCI é constituída por unidades e equipas de cuidados de saúde e/ou apoio social e de equipas de cuidados e acções paliativas abrangendo os hospitais, os centros de saúde, os serviços distritais e locais da segurança social, a rede solidária e as autarquias locais.

Neste paradigma de cuidados continuados as intervenções de enfermagem centradas nas necessidades concretas dos cidadãos e suas famílias afiguram-se como um instrumento básico em enfermagem, fundamental para promover a qualidade, a continuidade e a dignidade da assistência do indivíduo até à sua recuperação máxima.

Impõe-se assim a necessidade da aposta na formação contínua como forma de reflectir as práticas e (re)construir saberes que permitam desenvolver competências próprias no âmbito da prestação de cuidados continuados, centradas numa dinâmica de verdadeiro compromisso e proximidade, adequando-as às novas necessidades e exigências requeridas.

 

Programa

1 - Princípios da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados

Modelo e coordenação da RNCCI

Tipologia da RNCCI

Critérios de referenciação de utentes para a RNCCI

Financiamento da RNCCI

Política de recursos humanos

Instalações e funcionamento

Plano de implementação da RNCCI

Acompanhamento e avaliação da qualidade

 

2 - O processo de planeamento e gestão de altas hospitalares

Modelo de intervenção

Funcionamento da equipa de gestão de altas

Avaliação pré-alta e referenciação para a RNCCI

Articulação/Comunicação entre as várias equipas da RNCCI

 

3 – Avaliação geriátrica integral

Síndrome da imobilidade

Instabilidade e quedas

Incontinência urinária e intestinal

A má nutrição e desidratação no idoso

Perturbações do sono no idoso

Perturbações psicogeriátricas

Alterações dos órgãos dos sentidos



4 - A pessoa dependente – Importância de uma avaliação periódica

Incapacidade e dependência – Concepção e avaliação

A dependência e suas repercussões a nível da saúde da pessoa

Necessidades/Potencialidades da pessoa dependente

Sistemas de avaliação integral e integrados de dependência

Método de avaliação biopsicossocial

Qualidade de vida da pessoa dependente

 

5 - Natureza dos cuidados de enfermagem nas unidades da RNCCI

A pessoa dependente numa Unidade de Cuidados Continuados

Conceções, princípios e valores subjacentes às práticas de enfermagem em cuidados continuados

Respostas da pessoa em situação de dependência

O enfermeiro no processo de promoção de autonomia/reabilitação da pessoa dependente

Parceria de cuidados com a pessoa dependente e sua família

Delegação de poderes à família

Trabalho de equipa multidisciplinar e interdisciplinar

 

6 – Práticas de enfermagem em cuidados domiciliários – um novo paradigma

(Re)pensar os cuidados domiciliários

Competências do enfermeiro na prestação de cuidados continuados integrados no domicilio

Compreender a visita domiciliária

Cuidar do utente e das famílias em contexto do domicílio

O enfermeiro como gestor de dependências

 

7 – Cuidados paliativos

Cuidados paliativos – Que realidade?
Filosofia e princípios dos cuidados paliativos
Qual o local privilegiado para a prestação de cuidados paliativos?
Controle de sintomas na fase terminal – Intervenções de enfermagem
A comunicação com o doente terminal e família
O apoio à família no processo de luto