A Enfermagem e os Novos Desafios

 

 

 

NOTA INTRODUTÓRIA

Os profissionais da saúde e em particular os enfermeiros, debatem-se no seu dia-a-dia com novos problemas que exigem soluções cada vez mais sistematizadas e complexas.

O envelhecimento da população é cada vez mais um desafio dos sistemas de prestação de cuidados. Os anos de desenvolvimento técnico e científico bem como a universalização do acesso aos cuidados, sendo uma conquista essencial no plano social, colocaram os sistemas perante o paradoxo de criar um forte desafio à sua sustentabilidade. De facto, o desenvolvimento associado aos cuidados de saúde, fazendo aumentar a esperança de vida, criou uma massa de clientes que hoje colocam os grandes desafios aos prestadores para lhes garantir o bem-estar que necessitam e, em muitos casos, lhes proporcionar uma morte digna.

Por outro lado, a necessidade de criar um sistema que seja sustentável, também financeiramente, e que ao mesmo tempo continue a garantir qualidade e universalidade, exige estratégias que acautelem a continuidade dos cuidados ao longo dos vários sistemas de prestação e permitam, quando possível, manter as pessoas no seu seio social e familiar.

Foi com base nestes novos em desafios que a Revista Sinais Vitais entendeu colocar à disposição dos técnicos de saúde, nomeadamente dos enfermeiros, as questões que vão da necessidade de incrementar valor nos cuidados que produzimos até à discussão das novas recomendações para o suporte imediato de vida, sempre numa perspectiva centrada no cidadão beneficiário desses cuidados que se  esperam de  qualidade.

 

DESTINATÁRIOS

Enfermeiros, Médicos, Farmacêuticos e Nutricionistas
Estudantes de Enfermagem, de Medicina, de Farmácia e de Nutrição

 

Os participantes têm direito:

  • Certificação de presença através de entidade acreditada pela DGERT;
  • Pasta com documentação;
  • Inscrição nos Workshops
  • Convite para a Feira NORMÉDICA/ AJUTEC
  • Assinatura (ou renovação) anual da Revista Sinais Vitais gratuita durante 6 meses

 

OBJECTIVOS

Discutir, nas vertentes da formação e da prestação, os cuidados paliativos

Analisar em que medida o envelhecimento das populações influencia as políticas de saúde

Discutir o valor acrescentado dos cuidados no domicílio

Discutir a impacto que os cuidados de enfermagem têm nos cidadãos beneficiários

Reflectir sobre a segurança dos doentes

Conhecer as novas recomendação para o suporte imediato de vida

 

TEMÁTICAS

O envelhecimento da população e a sustentabilidade do SNS

Cuidados Paliativos

Intervenções não farmacológicas

Reabilitação domiciliária – que valor acrescentado

Novas guidelines de SBV

Novas evidencias no tratamento de feridas

A efectividade dos cuidados – o valor da enfermagem

 

PROGRAMA

SEXTA-FEIRA 6 DE MAIO DE 2011

 

09.00h – Sessão de Abertura

 

09.30h – Conferência Inaugural: O envelhecimento da população e a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde
Secretário de Estado Adjunto da Saúde – Dr. Manuel Francisco Pizarro

 

10.15h – Intervalo

 

 

10.45h – Painel: Cuidados Paliativos
Moderador: Enf.ª Ana Rocha – IPO CROC

 

As necessidades em cuidados paliativos
Enf.ª Ana Rocha – IPO CROC

 

Desafios na formação em Cuidados Paliativos
Enf.ª Margarida Alvarenga – IPO do Porto

 

A necessidade de articulação de cuidados em Cuidados paliativos
Enf.ª Catarina Simões - IPO Porto

 

A família em cuidados paliativos ou cuidados paliativos em pediatria?
Professor Doutor Filipe Almeida – Universidade católica Portuguesa

 

Projectos e voluntariado em cuidados paliativos
Professora Doutora Marta Brites

 

12.30h – Almoço

 

 

14.00h – Painel – Reabilitação domiciliária: que valor acrescentado
Moderador:  Enf. Carlos Margato – HUC

 

A dependência no autocuidado, o impacto na família e os recursos: contributos da investigação
Fernando Petronilho – ESEnf Universidade do Minho

 

Resultados da intervenção em cuidados domiciliários
Enf.ª Maria João Reis – SMFR/HUC

 

Resultados sensíveis aos cuidados de enfermagem de reabilitação
Enf.ª Cláudia Dias – UCC – S. Mamede de Infesta

 

Um caso de sucesso
Enf. Octávio Ferreira e J. Carlos Neto – SMFR/HUC

 

15.15h – Intervalo

 

 

15.30h – Painel – Novas recomendações de Suporte de Vida no Adulto
Dr. António Carneiro – Hospital de S. António

 

Em pediatria
Dr. Miguel Félix – Hospital Pediátrico de Coimbra – Presidente do CPR

 

 

 

 

 

SÁBADO -7 DE MAIO DE 2011

 

09.00h – Painel – Intervenções não farmacológicas
Moderador: Paulo Joaquim Pina Queirós - ESEnfC

 

Acupunctura
Enf. José Pimentel – IPO do Porto

 

Imagética e Hipnose Clínica
Professor Doutor Paulo Joaquim Pina Queirós

 

Massagem e relaxamento
Enfª Anabela e Enf. Sérgio da Consulta da Dor do IPO de Coimbra

 

10.15h – Intervalo

 

 

10.30h – Painel – Novas Evidências no Tratamento de feridas
Moderador: A designar

 

Prioridades e limitações na investigação
Enf. Paulo Alves – Universidade Católica Portuguesa

 

Novas abordagens no tratamento de Feridas
Enfª Vanessa Dias – USF – Sto. André, Canidelo

 

 

11.45h – Ciclo de Conferências: A Efectividade dos Cuidados

 

O valor da Enfermagem
António Fernando Amaral - ESEnfC

 

O trabalho por turnos e a segurança dos doentes
Arménio Guardado Cruz - ESEnfC