IX Congresso Internacional Gestão de Feridas Complexas

 
 
          
 bbraun          INVACARE
     queenlabs  

IX Congresso Internacional Gestão de Feridas Complexas
24 e 25 de Maio de 2018
Auditório Metro de Lisboa - Estação Alto dos Moinhos

FICHA DE INSCRIÇÃO

Nota introdutória
Nos últimos 50 anos, a ciência avançou mais do que nos dois últimos séculos. Vive-se na era do conhecimento, mas ao mesmo tempo vive-se na era da velocidade – tudo é fast. A informação é absolutamente vasta e mutável; pelo que é essencial estar-se inteirado das últimas evidências científicas.
Não esquecer: o conhecimento é o que fica depois do esquecimento; é o que fica no que importa (dentro) - o que é importante. Esperemos que este encontro de profissionais de saúde vos deixe o que vos importa, o que ficará, o que constituirá o vosso conhecimento.
Contamos com peritos e trazemos as várias associações/sociedades de feridas de Portugal. Cada uma estará representada por um perito.
Pretendemos trazer dicas práticas, não no sentido do empirismo, mas as várias adaptações aos contextos, caminhando para a competência na área. Pretende-se assim conhecer boas práticas de cuidados no tratamento de feridas, tendo em conta a complexidade e especificidade das feridas complexas.

Finalidade
Reconhecer a importância da terapia emoliente, identificar as opções adequadas à condição da pele; identificar vários critérios da apreciação do estado da ferida, identificar e adequar o material de penso ao estado da ferida e pele perilesional; e adquirir conhecimentos sobre úlcera de perna, sobre ostomias, entre outras entidades.

DIA 24 DE MAIO, QUINTA-FEIRA
8h.00 - Abertura do secretariado e entrega de documentação
8.45 – 9.00 – Abertura dos trabalhos

9.00-9.45 – Conferência 1: DIFERENÇAS ENTRE EMOLIENTES, HUMECTANTES E PRODUTOS BARREIRA COM ÓXIDO DE ZINCO - Não são todos iguais! Quando não são recomendados? E em que situações são recomendadas?
Elsa Menoita, Feridasau

9.50– 10.20 - SIMPÓSIO SMITH-NEPHEW, Advanced Wound Management: Inovações e Evidência, Drª Helena Rodrigues

10.35 – 10.55 – Conferência 2: FERIDAS E CUIDADOS: IMPLICAÇÕES LEGAIS - Paulo Alves, Associação Portuguesa de Tratamento de Feridas (APTF)
10.55 – 11.25 – Coffee Break

11.30 – 12.00 – TERAPIA LARVAR ASSOCIADA AO ÁCIDO HIALURÓNICO+IODO - Enfª Ana Almeida, Serviço de Cirurgia Vascular, Centro Hospitalar de Lisboa

12.05 - 12.35 – Rolleplaying: TODO O TECIDO DE GRANULAÇÃO É VIÁVEL? Desmistificar práticas e selecionar as melhores opções terapêuticas- Elsa Menoita, Feridasau; Rita Cigarro, Hospital de S. João de Deus de Montemor-o-Novo
12.40 – 14.00 – Intervalo - Almoço Livre

14.10 - 15.20 - Mesa Redonda 1: DO DIAGNÓSTICO À PREPARAÇÃO DO LEITO DA FERIDA
Moderador: Helga Rafael, ESEL
DIAGNÓSTICO DO ESTADO DA FERIDA - AVALIAMOS TODAS AS DIMENSÕES? - Vitor Santos, FERIDASAU
O QUE É UMA LIMPEZA DA FERIDA E DA PELE PERILESIONAL EFICAZ? - Tânia Ferreira, USF São João do Pragal
SINERGIA ENTRE SURFACTANTES E ANTISSÉTICOS - Ana Martins, Hospital do SAMS
15.20 – 15.50 – Intervalo para café

15.55 – 17.20 - Mesa Redonda 2: MATERIAL DE PENSO
Moderador – Rui Margato, Feridasau
COMPRESSAS DE GAZE SÃO PENSOS PRIMÁRIOS E/OU SECUNDÁRIOS? - Cláudia Loureiro dos Santos, IPOFG Coimbra
MATERIAL ABSORVENTE: DAS ESPUMAS AOS POLIACRILATOS SUPERABSORVENTES - Inês Esteves, UCCI da ASFE Saúde, Mafra
PENSOS ANTIMICROBIANOS – SÓ OS BACTERICIDAS SÃO EFICAZES? O CASO DO PENSO HIDROFÓBICO - Rui Pedro Silva, Grupo Associativo de Investigação em Feridas (GAIF)
MATRIZ DE ALGINATO DE CÁLCIO COM PRATA IÓNICA: CASO EM QUEIMADOS - Hélder Morgado, H S João, Porto
17. 25 – 18.15 - COMUNICAÇÕES LIVRES

18.30 – Fim dos trabalhos do 1º dia

DIA 25 DE MAIO, SEXTA-FEIRA
8h.00 - Abertura do secretariado

8.50 - 10.25 - Mesa Redonda 3: ÚLCERAS DE PERNA
Moderador: Vitor Santos, FERIDASAU
A COMPETÊNCIA DO ENFERMEIRO NA AVALIAÇÃO DO IPTB E A REALIZAÇÃO DE TERAPIA COMPRESSIVA - Palestrante a designar
FERIDAS DE ETIOLOGIA VASCULAR: PAPEL DO ENFERMEIRO - Carlos Cancela, ELCOS, Sociedade Portuguesa de Feridas
É POSSÍVEL CICATRIZAR ÚLCERAS DE PERNA DE LONGO TEMPO DE EVOLUÇÃO? ESTUDOS DE CASO - Ana Antão, Centro de Tratamento de Feridas: Cicatriz
EFICIÊNCIA NO TRATAMENTO DE ÚLCERAS DE PERNA - Palestrante a designar

10.30 – 11.00 – SIMPÓSIO INVACARE PORTUGAL: PREVENÇÃO DE UPP: COLCHÕES E ALMOFADAS - Nuno Machado – Gestor Produto Posicionamento Sentado, Invacare Portugal; Graça Neves – Gestora de Produto Posicionamento Deitado, Invacare Portugal

11.05 – 11.45 – SIMPÓSIO MOLNLYCKE, PRODUTOS AVANÇADOS PARA O TRATAMENTO DE FERIDAS
11.45 – 12.15 – Coffee Break

12.15- 12.45 – Conferência 3: CONTROLO DE INFECÇÃO NO TRATAMENTO DE FERIDAS NO DOMICÍLIO - Isabel Ferreira – ACES Maia/Valongo – Presidente do Passo Positivo

12.50 - 13.35 – Mesa 4: OSTOMIAS
Moderador – Fernando Amaral, Director da Revista Sinais Vitais
OSTOMIAS DE RESPIRAÇÃO - Isabel Morais, IPO Coimbra, consulta de estomaterapia
OSTOMIAS DE ALIMENTAÇÃO - Ana Seiça, Enfermeira, IPO Coimbra

13. 40h – Cerimónia de entrega de prémios das comunicações livres
13.55 – Sessão de encerramento

COMUNICAÇÕES LIVRES - PÓSTER E DE COMUNICAÇÕES ORAIS

A organização do IX Congresso Internacional Gestão de Feridas Complexas abre aos inscritos a possibilidade de se candidatarem à apresentação de Comunicações Livres em formato de Póster e de Comunicação Oral. A intenção é permitir a participação ativa no evento com a divulgação de projectos e trabalhos decorrentes da prática clínica, investigação e/ou formação. Podem candidatar-se com este tipo de comunicação, todos os profissionais de saúde licenciados e estudantes (dos Cursos de Licenciatura), desde que tenham desenvolvido projectos relacionados com a temática do Congresso.
Âmbito temático da candidatura: Gestão de Feridas Complexas.
Podem candidatar-se: Enfermeiros, médicos, farmacêuticos e nutricionistas; Estudantes das mesmas disciplinas
Princípios da candidatura: A candidatura processa-se através do envio do resumo (modelo próprio) de candidatura para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até dia 25 de Abril de 2018, às 24 horas.
Os resumos devem ser conter:
Nome completo do(s) autor(es), morada, e-mail e contacto do 1º autor; Nome completo dos restantes autores; No máximo de 1200 palavras, onde apresente: breve introdução, objectivos, metodologia, desenvolvimento, conclusões e bibliografia – conforme modelo; Entre um (1) a cinco (5) autores; Os autores devem estar inscritos no Congresso à data da selecção dos resumos; Terão preferência na selecção e na avaliação final os trabalhos que apresentem experiências de serviços e experiências clínicas com resultados e os que apresentem dados empíricos.
A lista com os Pósteres e Comunicações Orais seleccionados pode ser consultada em www.sinaisvitais.pt, a partir do dia 10 de Maio de 2018
Os autores terão 5 minutos, em horário a definir, para fazer a defesa dos conteúdos apresentados no póster. Haverá atribuição de classificação e emissão de certificação em conformidade;
Haver Prémios de reconhecimento das três melhores Comunicações Livres no valor de:
• 150€ (1º Prémio); 100€ (2º Prémio); 50€ (3º Prémio)
Os valores serão suportados pela Formasau, Lda. de entre os produtos comercializados pela empresa (Livros, Revistas, Frequência de formação). Devem ser reclamados, no secretariado, no dia 25 de Maio de 2018.

COMO CHEGAR

COMISSÃO CIENTÍFICA
Arménio Cruz – Revista de Investigação em Enfermagem
Carlos Margato – Sinais Vitais, Formasau
Elsa Menoita – Feridasau
Rita Cigarro, Hospital de S. João de Deus de Montemor-o-Novo
Fernando Amaral – Director da Revista Sinais Vitais
Rui Margato – Sinais Vitais, Formasau
Vitor Santos, Feridasau

COMISSÃO ORGANIZADORA
Carlos Margato – Sinais Vitais, Formasau
Elsa Menoita – Feridasau
João Petetim Ferreira, Formasau
Rui Margato – Sinais Vitais, Formasau
Vitor Santos, Feridasau

SECRETARIADO
Célia Pratas