Categorias

Pesquisar na Loja

Atitudes e Comportamentos Sexuais de Estudantes do Ensino Superior

PDFImpressãoEmail
comporta.jpgcomporta.jpg

Com envio CTT para 4,00 €
Preço base 17,00 €
Preço de venda com desconto
Preço Venda15,30 €
Desconto 1,70 €
Descrição

Autor: Maria Teresa Calvário Nunes
Editora: Formasau
ISBN: 978-972-8485-81-8
Ano de edição: 2007

 

Há factos que são aparentemente explicáveis por razões que parecem objectivas.
Por exemplo, o facto de a Doutora Teresa Calvário ter frequentado o Mestrado que o então Instituto Superior de Serviço Social de Coimbra concedia em parceria com a Universidade da Extremadura (Espanha), parecia alicerçado tão somente no princípio da realidade. Era de facto óbvio, na altura, como hoje, que o Instituto que me orgulho de dirigir ser aquele que abriu pela primeira vez, as suas portas, à concessão do grau de mestre, reconhecido pelas instâncias do ensino superior em questão, no que se refere aos licenciados em Enfermagem. Porém, aí mesmo, a Doutora Teresa Calvário mostrou-se na trama ainda queirosiana que faz o imaginário português, como alguém dotado da confiança e da ambição de construir o futuro sem medo e sem tibieza, face aos poderes estabelecidos, quase sempre conservadores e por aí opostos à morfogénese dos sistemas tão necessários à mudança.
Daí que o nosso encontro com a autora da obra que me honro de prefaciar tenha sido facilitado por similitudes de posturas e sinergias da cognição. Daí também que a partir desse momento fecundo tenha acompanhado o percurso académico e científico da autora deste magnífico trabalho, em boa hora dado a público.
Passemos então, à substância que informa e forma esta obra. Ela trata, na sua essência de uma questão que atravessa em filigrana, as atitudes, os hábitos e costumes ligados às expressões sexuais. Porém aí mesmo, a Doutora Teresa Calvário ao aperceber-se da curialidade da questão, repõe-na no seu epicentro maior, a saber, o comportamento sexual dos jovens. Nestes, vai escolher como objecto de estudo, os estudantes do ensino superior dos quais é esperado à priori, um comportamento mais “maduro” e formatado pelas cognições que legitimamente se espera deste tipo específico de população.
O trabalho que deu origem a esta obra, desenrola-se harmoniosamente na explicitação dos conceitos que servem para nortear a investigação, esclarecendo o leitor do mais avisado ao menos avisado, da pertinência e da clareza, fundamentais para o avanço na leitura deste livro. Aí encontramos a Doutora Teresa Calvário, como alguém capaz de uma investigação conceptual, clarividente, organizadora de conceitos tão complexos, como aqueles ligados à sexualidade humana, bem como as hipóteses científicas e os constructos teóricos que desejam dar conta de um dos enigmas maiores da espécie. A sexualidade, o desejo, e as suas erupções, cognitivo e comportamentais.
Depois desta exploração, cuja leitura, pela elegância da escrita, permite a visualização do objecto de estudo, a Doutora Teresa Calvário apresenta-nos a sua contribuição pessoal para o problema. Explica-nos e explicita os instrumentos de que se serve para construir a sua investigação. Dá-nos conta do rigor metodológico como empreende o estudo das amostras, a sua composição, bem como, a distribuição das variáveis em apreço. Os resultados obtidos não são como frequente e infelizmente, acontece, tão só apresentados como nuvem estatística que deixa tão só o leitor perante a crueza “bruta” dos resultados obtidos. Teresa Calvário faz o que se espera de uma investigadora. Do manto diáfano da estatística faz voar o rasgo gnoseológico, sem o qual o saber não é sério e ao contrário, lamentavelmente descomprometido daquilo que faz a bem dizer o discurso científico. E aí, a autora mostra-se capaz do entrecruzamento fino e rigoroso da investigação conceptual com os resultados emergentes da sua contribuição original.
Daí resulta uma obra fundamental para os saberes que olham para o comportamento sexual humano. Não se trata porém, de uma investigação circunscrita aos meios académicos e destinada por isso, a insondáveis bibliotecas, que ninguém consulta. Pelo contrário, o seu estudo sobre a sexualidade e suas expressões comportamentais nos jovens estudantes do ensino superior, mostra à evidência a necessidade de repensarmos a importância da subjectividade singular de cada sujeito plasmada nos vividos familiares de que emergiu. Trata-se pois, de um livro fundamental para a prevenção dos comportamentos (sobretudo os de risco), que se apresentam na população estudada.
Recomendo pois, vivamente esta obra a todos aqueles que intervêm na formação, informação e mudança do que constitui uma área fundamental nas nossas expressões cognitivas, afectivas e comportamentais. Sejam eles, médicos, enfermeiros, psicólogos e demais intervenientes na área resultante da interface entre a saúde pública e a saúde mental.

Carlos Amaral Dias