Categorias

Pesquisar na Loja

Educação para a Saúde

PDFImpressãoEmail
educa.jpgeduca.jpg

Com envio CTT para 4,00 €
Preço base 12,50 €
Preço de venda com desconto
Preço Venda11,25 €
Desconto 1,25 €
Descrição

ISBN: 972-8485-52-2
Autores: Manuel Rodrigues; Anabela Pereira; Teresa Barroso
Nº de Páginas: 156
Formato: 15 X 21 cm
Editora: Formasau
Ano de edição: 2005

O livro \"Educação para a Saúde: Formação Pedagógica de Educadores de Saúde\", representa, muito claramente, um instrumento actual e necessário. Actual porque o estabelecer de condições para que haja ganhos em saúde é uma prioridade, necessário porque a manutenção de elevados padrões em saúde, apenas deixará de ser um \"esforço\" aos mais diversos níveis, quando for vivida como uma forma de ser e de estar de todo o cidadão. Às características de actualidade e de necessidade desta obra, juntam-se a experiência pedagógica do autor e a sua aprofundada e preclara reflexão, a par de um conhecimento específico sólido, que se constituem na mais viva e eloquente recomendação para a sua leitura e meditação.
Falar de educação para a saúde transporta-nos para o domínio dos valores, para além de obrigar a uma pragmática observação e compreensão das realidades a nível da pessoa, das famílias e das condicionantes sociais loco-regionais. Por outro lado, abordar a saúde através do patamar da educação significa também que o homem terá de olhar para além dos seus limites como indivíduo e perceber que há uma única Terra para viver e conviver com o seu semelhante e em simbiose com os demais seres vivos animais e vegetais.
Mas a fórmula utilizada – educação para a saúde – exige ainda a percepção e a assunção teórica e prática de que informação não é conhecimento e de que o conhecimento, sem integração num sistema de valores, não é educação. Exigente como é, apenas quando estiverem cumpridas as etapas da informação e do conhecimento, haverá lugar a um efectivo processo de educação para a saúde. E será então o juízo pessoal sobre o que é o bem e o que é o mal a determinar um eventual compromisso e a sustentar a acção. Uma acção responsável e responsabilizante, uma acção tradutora de mudança de atitudes e de comportamentos!
Pela leitura desta obra, o trajecto antes enunciado surge com naturalidade e são aplanadas as incomodidades que podem surgir quando se passa do juízo ao compromisso e deste à acção comprometida com a mudança, como um dever. Como um claríssimo dever de cidadania!

PREFÁCIO: Fernando J. Regateiro