New item
DAE
dgert
ordem

Datas: 18 e 15 de Fevereiro de 2022

Objetivos gerais
Este curso tem como objetivo geral facultar ao formando(a) conhecimentos atualizados e seguros na manipulação dos fármacos mais utilizados em urgência e emergência, elevando a qualidade dos cuidados.

Objetivos específicos
Administrar fármacos em situação de emergência com segurança;
Conhecer e manusear com rapidez e segurança os principais fármacos utilizados em situações de urgência e emergência;
Demonstrar conhecimentos sobre as situações clínicas que podem contraindicar o uso de determinados fármacos;
Identificar as principais interações farmacológicas clinicamente relevantes em contexto de urgência e emergência;
Integrar os conhecimentos teórico-práticos para a correta preparação e administração do fármaco, tendo em conta a farmacocinética e farmacodinâmica;
Acrescentar eficiência e a qualidade de atuação em situações de urgência e emergência.

Enquadramento temático
A maioria dos doentes admitidos em urgência / emergência requer medidas farmacológicas para aliviar e controlar diferentes manifestações clínicas ou mesmo evitar falências orgânicas e morte iminente, em situações críticas como, o desequilíbrio acido-base ou choque.
Sabendo que uma das maiores responsabilidades do enfermeiro é a preparação e a administração de medicamentos, qualquer erro, pode trazer consequências fatais para o paciente.
Assim, é imprescindível que durante o processo de gestão da terapêutica medicamentosa, o enfermeiro mantenha uma monitorização do doente de forma a detetar possíveis incompatibilidades farmacológicas, reações indesejadas, bem como interações medicamentosas, com o intuito de minimizar riscos. Mediante tal responsabilidade é indispensável que os profissionais de enfermagem tenham conhecimento teórico-prático atualizado, consistente e profundo, atuado de forma zelosa de acordo com os propícios éticos, no intuito de manter elevados padrões de qualidade nos cuidados de enfermagem.
É fundamental que o enfermeiro conheça os princípios básicos da terapêutica medicamentosa: indicações, posologia, diluição, efeitos adversos, contraindicações, interações, precauções de emprego e estabilidade.
De modo a fazer face a estas necessidades, foi desenvolvido o presente curso com uma base teórica sólida de acordo com as normas e recomendações nacionais e internacionais.

Conteúdos programáticos
Módulo I - História da farmacologia
Módulo II - Conceitos da farmacologia
Módulo III - Condições e cuidados em farmacologia
Módulo IV - Tipos de Fármacos
Módulo V - Apresentação e discussão de casos clínicos

Duração do curso
Duração: 46h (16 horas de sala de aula + 30 horas de trabalho do formando)
Horário: 09:00 às 13:00h e das 14:00h às 18:00h

Destinatários
Enfermeiros

Número de formandos
A formação realiza-se com o número mínimo de 6 formandos e máximo de 24 formandos

Modalidade de formação
O curso decorrerá em formato presencial, na sala de formação Sinais Vitais, sita no Parque Empresarial de Eiras, lote 19, 3020-265 Coimbra.

Metodologias de formação
No que diz respeito aos métodos de trabalho o curso está estruturado da seguinte forma:
Ensino teórico (T) e teórico-prático (TP):
Apresentação de conceitos; debates, demonstração prática das características, manuseamento, programação e monitorização de cuidados.
Tempo de trabalho do formando (TF):
Aplicação dos conceitos adquiridos. Pesquisa e recolha de informação. Desenvolvimento do raciocínio lógico e do espírito crítico na análise e resolução de problemas reais.
Salientar aqui que as sessões a decorrer em formato presencial serão as sessões práticas.

Metodologias de avaliação
Avaliação teórica.
A aprovação no curso corresponde a uma classificação final expressa na escala numérica inteira de 0 a 20 valores e igual ou superior a dez (10) valores.

Regras de assiduidade
A assiduidade dos formandos é verificada através da assinatura das folhas de presença em cada sessão. Para efeitos de aproveitamento e emissão do certificado, a participação do formando na ação deve ser de 100% da duração total da formação.

Método seleção de candidatos
Os candidatos a admitir serão selecionados pela ordem de inscrição e análise dos Currículos Vitae.

Recursos pedagógicos
Serão disponibilizados aos formandos os seguintes materiais:
em suporte papel: Manual do formando
em suporte informático: dispositivos de apresentação, fichas de trabalho, textos de apoio, outros que se reconheçam como necessários

Equipa pedagógica
Gestor: Célia Pratas
Coordenador Pedagógico: Carlos Margato
Coordenador Técnico-científico: Enfº António Costa
Formadores: Grupo Reanimasau

Recursos físicos
Para as aulas, presenciais, a Formasau tem no seu espólio todo o material necessário à prossecução da sua missão: Meios Audiovisuais (computadores e projetores multimédia) e todos os instrumentos para os exercícios práticos.

Recursos didáticos
Recursos didácticos/meios/equipamentos:
Meios Audiovisuais (computador e projector multimédia);
Material de apoio (lista bibliográfica, textos);
Estratégias de ensino aprendizagem (método expositivo, trabalhos de equipas, simulação clínica, debate).
Lista de material para formação avançada em Urgência / Emergência:
Equipamento de proteção individual; Álcool gel
Material de administração de fármacos
Manequim simulador SAV e Manequim simulador de trauma

Inscrição:
Condições de Candidatura:
-Preenchimento de ficha de candidatura, disponível em www.sinaisvitais.pt

Pagamentos:
Propinas: 120€

Observações:
Este curso está organizado com inclusão de palestras, workshop e bancas práticas de forma a originar e treinar profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, e dotá-los de competências e conhecimentos na abordagem do traumatizado.
Ação de formação acreditada pela Ordem dos Enfermeiros, para efeitos de Qualificação Profissional, com a atribuição de 1.8 Créditos de Desenvolvimento Profissional.