RIE 19 MAIO 2017

 

DOWNLOAD INTEGRAL DA REVISTA

Instrumentos de avaliação da intensidade do tónus muscular na pessoa após acidente vascular cerebral
Instruments for assessing the intensity of muscle tone in the person after stroke
Instrumentos de valoración de la intensidad del tono muscular en la persona después del accidente cerebrovascular
Pedro Milton Rebelo Teixeira; Ana Filipa Alves Henriques; Ana Luísa Gomes Ramos Pereira;
Carla Sofia Rodrigues de Vasconcelos Teixeira; Dora Cristiana Loureiro Margato; Luís Manuel Mota de Sousa

O Efeito da Reeducação Funcional Respiratória na Pessoa com DPOC
The Effect of Respiratory Functional Re-education in the Person with COPD
El Efecto de la Reeducación Funcional Respiratoria en la Persona con EPOC
Rui Manuel Jarró Margato;  Tânia Catarina Saraiva Oliveira; João Paulo Gomes Duarte

Instrumentos de avaliação dos distúrbios de perceção em pessoas com acidente vascular cerebral
Assessment tools of the perception disorders in people with stroke
Instrumentos evaluacíon de los trastornos de la percepción de las personas con accidente cerebrovascular
Tiago Mateus Belo Duarte;  Beatriz Francisco Lucas Dias Rodrigues; Duarte Nuno Monteiro Oliveira;
Lino Manuel Soares Pereira; Ana Alexandrina Silva Gonçalves; Luís Manuel Mota de Sousa

Satisfação profissional dos enfermeiros de reabilitação Versus satisfação dos utentes com os cuidados de enfermagem de reabilitação
Professional satisfaction of rehabilitation nurses Versus patient satisfaction with rehabilitation nursing
Satisfacción profesional de los enfermeros de rehabilitación Versus satisfacción de los pacientes con los cuidados de enfermería de rehabilitación
Ana Carina Monteiro Correia Teixeira;  Maria Helena Dias Pires; Maria do Rosário Carreiró

EDITORIAL

Como Fernando Pessoa dizia "o caminho faz-se caminhando..."
Segundo Chicória (2013), "o desenvolvimento da Enfermagem enquanto disciplina e profissão tem contribuído para o aumento significativo da produção de conhecimento, sendo este perspetivado como ferramenta essencial no suprir das necessidades verificadas na prática clínica". No entanto, pensamos que ainda é grande a distância entre a produção do conhecimento e a posterior implementação de intervenções baseadas nas melhores evidências disponíveis.
Também Pereira (2016), refere que a "prestação de cuidados de saúde baseados na evidência é um imperativo das sociedades modernas e enquadra-se num contexto em que os cidadãos e comunidades apresentam desafios clínicos de maior complexidade exigindo respostas por parte dos profissionais e das organizações com maior qualidade e elevada segurança, num quadro de significativas restrições de recursos humanos, materiais e técnicos implicando níveis superiores de eficácia, eficiência e efetividade nas intervenções em saúde".
Ninguém duvida que a enfermagem baseada em evidências é um campo em expansão e, juntamente com um rápido aumento na disponibilidade de estudos primários, a condução de revisões tem crescido exponencialmente. Contudo, os conhecimentos, as competências e capacidades necessárias para identificar, analisar e utilizar os resultados oriundos da melhor investigação produzida, necessitam de ser desenvolvidas e melhoradas (CIE, 2012).
Esta RIE, inclui três revisões sistemáticas de literatura, admitindo que diferentes formas de evidência e diferentes tipos de objetivos e questões de revisão, exigem o desenvolvimento de novas abordagens que sejam concebidas para sintetizar de forma mais eficaz e rigorosa a evidência.
É um processo contínuo e progressivo de aprendizagem e desenvolvimento, um caminho que se faz caminhando...
Arménio Cruz