RIE 22 FEVEREIRO 2018

 

DOWNLOAD INTEGRAL DA REVISTA

EFICÁCIA DO BIOFEEDBACK NA REDUÇÃO DA ANSIEDADE – SUA POTENCIALIDADE COMO INTERVENÇÃO DO ESPECIALISTA EM ENFERMAGEM DE SAÚDE MENTAL E PSIQUIÁTRICA
Efficacy of Biofeedback in Reducing Anxiety – its potential as a Nursing Intervention Specialist in Mental and Psychiatric Health Nursing
La eficacia de Biofeedback en la reducción de la ansiedad – su potencial como intervención de lo Enfermero Especialista en Salud Mental y Psiquiatría
Hélia Morais; Marco Correia; Sara Vicente; Rosa Lopes

OXIGENOTERAPIA POR CÂNULA NASAL DE ALTO FLUXO: EFICÁCIA NO DOENTE CRÍTICO
High flow nasal cannula oxygen therapy: critical patient efficacy
Oxigenoterapia por cánula nasal de alto flujo: eficacia en el paciente crítico
Silana Ferreira Lopes; Isabel Maria Batista de Araújo

EVENTOS ADVERSOS DURANTE O TRANSPORTE DA PESSOA COM SÍNDROME CORONÁRIA AGUDA: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA
Adverse events during transportation of acute coronary syndromes: an Integrative Review of Literature
Eventos adversos durante el transporte de la persona con síndrome coronario agudo: una Revisión Integrativa de la Literatura
Rita Silva; Florinda Galinha de Sá

SATISFAÇÃO DO FAMILIAR CUIDADOR SOBRE O PLANEAMENTO DA ALTA HOSPITALAR
Satisfaction of the family caregiver about the hospital discharge planning
Satisfacción del familiar cuidador sobre la planificación del alta hospitalaria
Joana Filipa Silva Pereira; Fernando Alberto Soares Petronilho

 

EDITORIAL

DOUTORAMENTOS NO POLITECNICO
Já há alguns anos que o ensino politécnico reivindicava a possibilidade de conferir o grau de doutor, até agora um exclusivo das universidades. Esta reivindicação concretizou-se finalmente por decisão governamental, através da divulgação de um conjunto de medidas a aplicar na área da investigação e do conhecimento.
Apesar dos diversos constrangimentos a que tem estado sujeitos em termos de acesso a diversos tipos de financiamentos, os institutos politécnicos têm contribuído bastante para o desenvolvimento do país, na qualificação das pessoas, na inovação e ligação às empresas e instituições.
A apresentação recente de um relatório da OCDE com várias recomendações para reforçar o desempenho das instituições portuguesas de ensino superior, alertando para o número de doutorados em Portugal, que continua a ser baixo comparativamente a outros países europeus, veio certamente acelerar um processo que já vinha a ser estudado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior.
A decisão não passa apenas por um processo administrativo e legal, mas prevê a avaliação da capacidade das instituições desenvolverem atividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D) e ter pelo menos 75% dos recursos humanos integrados em unidades de investigação. Exige-se também uma avaliação mínima de "Muito Bom" pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) das Unidades de Investigação a que estejam associadas.
O que se pretende é tentar estimular o ensino politécnico a desenvolver a capacidade científica e de investigação, modernizar o sistema, adaptando-o à realidade que emerge na Europa e em Portugal, sabendo-se de antemão, que em vários países europeus as instituições que mais se assemelham aos institutos politécnicos portugueses, já oferecem esse grau de ensino.
Passa também por estimular o desenvolvimento de investigação em empresas, centros tecnológicos ou unidades de cuidados de saúde com atividade relevante de I&D, permitindo uma melhor integração de doutorados em instituições e empresas.
Pensamos estar perante uma excelente notícia para a enfermagem, pois estando o seu ensino integrado no sistema politécnico, reune excelentes condições para poder vir a desenvolver doutorados profissionalizantes, visto que é uma das áreas que não existem nas universidades.

Arménio Cruz