Datas: 9, 10, 23 e 24 de Novembro

 
Duração: 40h (40 horas de sala de aula )
Horário: Terça-feira, das 09:00 às 13:00h e das 14:00h às 18:00h
Preço: 350€
Formadores: Grupo Reanimasau, Coordenação de António Costa
 

Objetivos gerais
Treinar os profissionais de saúde, médicos e enfermeiros, na abordagem de vítimas de trauma, de forma a estabelecerem critérios e prioridades de atuação.

Objetivos específicos
• Realizar a abordagem da vítima de trauma.
• Avaliar e identificar situações de emergência em traumatologia.
• Identificar e atuar com os critérios de prioridade.
• Intervir eficazmente em situações de risco de vida em traumatologia.
• Aplicar corretamente as técnicas de emergência em traumatologia.
• Intervir eficazmente na abordagem secundária.

Enquadramento temático
O trauma representa uma das principais causas de morte e incapacidade no grupo etário jovem e de grande produtividade. Estes resultam em lesões ou morte que envolvem sofrimento humano, dores, uma longa reabilitação, incapacidades, perdas, desgostos e destruição de famílias. No fundo um elevado custo social e económico.
A complexidade e a multiplicidade das lesões, somadas à necessidade de iniciar rapidamente o atendimento do politraumatizado, predispõem a um atendimento por vezes caótico. É importante que se estabeleçam prioridades de avaliação e tratamento no atendimento inicial desses pacientes, baseadas nas lesões que impedem as funções vitais.
De um modo geral 50% destas mortes ocorre nas primeiras 48 horas, destas a maior parte são evitáveis sendo necessário que os profissionais de saúde atuem de um modo eficaz seguindo uma linha adequada de atuação clínica metódica e coerente, evitando um desfecho trágico.
A avaliação inicial sistematizada de vítimas de traumas aliada aos avanços tecnológicos, trouxe importantes avanços na condução destes doentes sendo necessário uma atualização permanente dos profissionais.
De modo a fazer face a estas necessidades, foi desenvolvido o presente curso com uma base teórica sólida de acordo com as normas e recomendações nacionais e internacionais, contando com uma componente de simulação prática.

Conteúdos programáticos
Unidade Curricular I – Epidemiologia, biomecânica e mecanismos de lesão
Unidade Curricular II – Abordagem do politraumatizado
• Trauma Toracoabdominal
• Choque
• Trauma Crânio-Encefálico
• Trauma Vertebro-medular
• Grande queimado
• Trauma na grávida
• Trauma geriátrico
• Trauma músculo-esquelético

Unidade Curricular III – Casos Práticos
• Banca 1 e 2 – Estabilização cervical
• Banca 3 e 4 – Imobilização e mobilização
• Banca 5, 6 – Abordagem ABCDE
• Banca 7 e 8 – Técnicas de trauma
• Banca 9 e 10 – Técnicas de mobilização
• Banca 11 e 12 – Abordagem do traumatizado no pré-hospitalar
• Banca 13 e 14 - Abordagem do traumatizado na sala de emergência
• Banca 15 e 16 - Casos clínicos de trauma

Destinatários
Enfermeiros

Número de formandos
A formação realiza-se com o número mínimo de 6 formandos e máximo de 18 formandos

Modalidade de formação
O curso decorrerá em formato presencial. Em todas as sessões existirá contato entre formador e formandos.

Forma de organização da formação
Formação Presencial

Metodologias de formação
No que diz respeito aos métodos de trabalho o curso está estruturado da seguinte forma:
1- Ensino teórico (T) e teórico-prático (TP):
Apresentação de conceitos; debates, demonstração prática das características, manuseamento, programação e monitorização de cuidados.

Metodologias de avaliação
A avaliação das aprendizagens individuais será efetuada através da realização de teste de avaliação sumativa e avaliação prática.

Regras de assiduidade
A assiduidade dos formandos é verificada através da assinatura das folhas de presença em cada sessão. Para efeitos de aproveitamento e emissão do certificado, a participação do formando na ação deve ser de 100%. Ou seja, não são permitidas faltas, de acordo com os modelos formativos para a certificação de competências, internacionalmente aceites e recomendados (faltas zero), que fazemos questão de cumprir.

Método seleção de candidatos
Os candidatos a admitir serão selecionados pela ordem de inscrição.

Equipa pedagógica
a. Gestor: Célia Pratas
b. Coordenador Pedagógico: Carlos Margato
c. Formadores: Grupo Reanimasau

Recursos físicos
Para as aulas práticas, presenciais, a Formasau tem no seu espólio todo o material necessário à prossecução da sua missão: Meios Audiovisuais (computadores e projetores multimédia) e todos os instrumentos para os exercícios práticos. Lista de material para formação avançada em Urgência / Emergência:
• Equipamento de proteção individual: Álcool gel, luvas e máscaras
• Via aérea básica e Via aérea avançada
• Ventilação básica e Ventilação avançada
• Material de punção venosa e Material de perfusão
• Material de administração de fármacos
• Desfibrilhador automático externo
• Monitor desfibrilhador manual
• Equipamento de avaliação neurológica
• Conjunto de talas de velcro; Conjunto de talas de madeira
• Maca Sccop (tesoura); Maca Coquille (vácuo); Plano duro; Conjunto de colares cervicais; Colete de extração; Capacete
• Manta térmica; Material de pensos
• Manequim simulador via aérea
• Manequim simulador de SBV
• Manequim simulador SAV
• Manequim simulador de trauma

Medidas de recomendação
Se, por motivos devidamente justificado, o formando não conseguir frequentar 100% do curso, terá que frequentar toda a formação na edição seguinte suportando o valor da formação.

Condições de Candidatura
-Preenchimento de ficha de candidatura

Observações:
Formação acreditada pela Ordem dos Enfermeiros, para efeitos de Qualificação Profissional, com a atribuição de 2.5 Créditos de Desenvolvimento Profissional (CDP).