New item
DAE
dgert
ordem

Índice do artigo

 

Revista de
Investigação em
Enfermagem nº 18

                       

Agosto de 2008 

 

 

EDITORIAL

 

 

Estamos novamente no verão e a pensar em férias. As notícias que vamos ouvindo do estado da nação pioram diariamente, seja devido a factores internos e/ou externos. Estas notícias não são nada moralizadoras e motivantes para a maioria dos portugueses, que têm vindo a sentir uma deterioração progressiva das condições e qualidade de vida, sem se perspectivarem melhorias nos tempos mais próximos.

 

Apesar desta realidade, não será o melhor momento para baixar os braços e desistir da concretização de projectos anteriormente lançados.

 

De facto, desde o seu lançamento que a RIE tem vindo a desenvolver critérios e condições de maior rigor científico como, por exemplo, as alterações efectuadas a nível da ficha técnica ou o registo em bases de dados internacionais, como, a “LATINDEX” e a “CUIDEN”.

 

A RIE continua a apostar em melhorar a sua qualidade e exigência científica, articulando o seu funcionamento com as orientações editoriais internacionais das publicações periódicas científicas na área da saúde.

 

Nesse sentido, alterou-se o Estatuto Editorial apresentado na primeira RIE, lançada em Fevereiro de 2000, nos pontos 1, 3, 4 e 5 (ver novo Estatuto Editorial no verso da capa), salientando-se a criação de um Conselho Científico que zelará pela manutenção de princípios éticos e deontológicos e a pertinência e a qualidade científica dos conteúdos a publicar.

 

Na sequência do novo Estatuto Editorial, foi convidado um grupo de enfermeiros investigadores de reconhecido mérito científico a nível nacional e internacional, como podem confirmar pela análise da Ficha Técnica deste número, que contamos para colaborarem na revisão científica de artigos (peer reviews) e aos quais agradecemos desde já toda a colaboração na RIE que, embora jovem, continua a apostar na qualidade e rigor científico da “divulgação da investigação em Enfermagem como disciplina científica e prática profissional organizada” (Estatuto Editorial, ponto 1).

 

Reforçamos o convite a todos os enfermeiros e outros profissionais na área da saúde, interessados em divulgar a sua produção científica, para que submetam os seus trabalhos à RIE, e desde que reúnam os critérios científicos exigidos nas normas de publicação, decerto surgirá a oportunidade de verem o seu trabalho publicado e divulgado no mundo global do conhecimento.

 

Resta-nos desejar-vos boas férias.

Arménio G. Cruz

 

ESTATUTO EDITORIAL

1- A Revista Investigação em Enfermagem é uma publicação periódica semestral, vocacionada para a divulgação da investigação em Enfermagem enquanto disciplina científica e prática profissional organizada.

2 - A Revista Investigação em Enfermagem destina-se aos enfermeiros e de uma forma geral a todos os que se interessam por temas de investigação na saúde.

3 - A Revista Investigação em Enfermagem tem uma ficha técnica constituída por um director, um director-adjunto e um Conselho Científico, que zelam pela qualidade, rigor científico e respeito por princípios éticos e deontológicos.

4 - A Revista Investigação em Enfermagem publica sínteses de investigação e artigos sobre teoria de investigação, desde que originais, estejam de acordo com as normas de publicação da revista e cuja pertinência e rigor científico tenham o reconhecimento do corpo de revisores científicos (peer reviews) constituídos em Conselho Científico.

5 - A Revista Investigação em Enfermagem é propriedade da Formasau - Formação e Saúde, Lda, entidade que nomeia o director e o director-adjunto. O Conselho Editorial é composto pelo director, director-adjunto da revista, e por outros enfermeiros de reconhecido mérito, competindo-lhes a definição e acompanhamento das linhas editoriais.